40 marcas que viraram sinônimo de produto

Você já percebeu quantos produtos você conhece pela marca e não pelo produto em si?
Isso acontece devido a vários fatores: ser o primeiro no mercado, ser o único, ser o único a fazer propaganda, sua avó falar a marca por não saber o nome do produto e isso passar de geração em geração e muitos outros casos.
O fato é que em geral isso é muito bom para a marcar somente em alguns casos isso tornasse um problema.
Separamos alguns cases para você falar "nossa esse é o nome do produto".

Se você conhece mais alguma marca que virou sinônimo de produto coloque nos comentários.

Bom Bril (esponja de lã de aço)

Não importa o quanto você esfregue, o nome Bom Bril não sai da sua cabeça e muita gente nem sabe o nome do produto. Este é o maior caso de em que a marca é mais forte que o produto. Ai você diria "isso é ótimo para a empresa". Nem tanto.
Você conhece outro produto da marca Bom Bril? Talvez não venha nada em sua mente, mas a empresa possue uma vasta linha de produtos de limpeza geral, mas nenhum consegue ser lider em sua categoria, pois o consumidor se acostumou que Bom Bril só faz Bom Bril.

Leite Ninho (leite em pó)

Toda criança brasileira cresceu tomando aquele pó branco desidratado que milagrosamente se transformava em leite quando misturado com água. As tradicionais latas amarelas ganharam a companhia de diversas variantes, voltadas a recém-nascidos e crianças em crescimento, de acordo com a idade. A concorrência, hoje, é bem acirrada, mas ainda assim o Leite Ninho ainda é reconhecido como sinônimo de leite em pó.

Chiclete (goma de mascar)

Não importa se é um Big-Big, Trident, Ping-Pong ou Ploc: quando você vai comprar goma de mascar, sempre menciona a palavra chiclete, um aportuguesamento de Chiclets, tradicional marca do produto, vendido em coloridas caixinhas, desde 1906.

Band-Aid (curativos adesivos)

Para proteger a pele de pequenos ferimentos, um funcionário da Johnson & Johnson criou, em 1920, um curativo auto-colante, esterilizado e capaz de manter a umidade natural da pele. O envio de milhões de unidades do produto para a Europa na Segunda Guerra Mundial ajudou a popularizar o produto, que é conhecido por esse nome no Brasil, Estados Unidos, candadá e Austrália, independente do fabricante.

Gillette (lâmina de barbear)

King Camp Gillette mandou as tradicionais navalhas para a aposentadoria ao criar a lâmina de barbear descartável no fim do século XIX, muito mais barata e que qualquer um era capaz de manusear para fazer a própria barba. O sucesso foi tanto que a empresa fundada por ele se tornou uma gigante, sendo adquirida pela Procter & Gamble tempos depois. Sem contar o fato de, até hoje, Gillette ter se tornado sinônimo de lâmina de barbear em todo o mundo.

Leite Moça (leite condensado)

Ingrediente principal da mais deliciosas sobremesas da cozinha brasileira, o leite condensado da Nestlé é outro produto da empresa suíça que alçou tanta popularidade entre o consumidor que acabou virando sinônimo de leite condensado. Outras marcas conseguiram produzir leites condensados com sabor quase igual, mas o pioneirismo do Leite Condensado Moça o garante como um pilar da culinária brasileira.

Miojo (macarrão instantâneo)

O salva-vidas daqueles sem muitas habilidades culinárias ou com preguiça de fazer um jantar mais elaborado, o macarrão instantâneo (também conhecido como lámen em outros países) foi inventado no Japão por Momofuku Ado em 1958 e trazido ao Brasil logo em seguida. A popularidade foi instantânea e hoje existe Nissin Miojo de diversos sabores, fazendo a alegria de quem não quer gastar mais do que 3 minutos para preparar uma refeição.

Isopor (Poliestireno Expandido - EPS)

Não parece, mas o nome correto daquele material que embala eletrodomésticos e usado para produzir caixas térmicas é poliestireno expandido (EPS), um plástico com propriedades isolantes, resistente a impactos, leve e de baixo custo. Como ninguém anda por aí dizendo que vai por as bebidas numa caixa de poliestireno expandido, a marca Isopor acabou tornando-se sinônimo desse material tão útil.

Cotonetes (hastes flexíveis)

O produto criado para substituir os palitos envolvidos em algodão para limpar as orelhas e recolher secreções ganhou esse nome de batismo pelas mãos de seu inventor, Leo Gersternzang, para a Johnson & Johnson.

Xerox (fotocópias)

Um dos nomes de marca mais enraizados na cabeça das pessoas. Xerox pode tanto se referir à maquina que faz as cópias xerográficas como descrever o próprio ato, através do verbo xerocar.

Jet Ski (moto aquática)

A moto aquática é um meio de transporte aquático utilizado tanto em competições desportivas como para fins de lazer. O termo jet ski advém da marca registrada de equipamentos aquáticos pessoais Jet Ski, desenvolvidos e fabricados pela Kawasaki Heavy Industries. Em fevereiro de 2012 a Kawasaki, fabricante das motos-aquáticas da marca "Jet ski", reclamou publicamente na mídia sobre o uso indevido e genérico no Brasil desse termo para se referir a todas a outras motos aquáticas de marcas diversas. A partir de então alguns veículos de mídia adotaram a prática politicamente correta de se referir a essa embarcação como "moto aquática".

Walkman/iPod (Tocadores ou Leitores de Áudio Portáteis)
Walkman é uma marca popular de uma série de tocadores ou leitores de áudio portáteis pertencente à Sony. O termo Walkman também é utilizado para se referir a aparelhos portáteis similares de reprodução de áudio estéreo de outros fabricantes. Com sua chegada, costuma-se dizer que mudaram os hábitos musicais, uma vez que cada pessoa pode carregar e ouvir seus sons preferidos e, principalmente, sem incomodar outras pessoas. Com a criação dos reprodutores de mp3 o iPod também virou sinônimo, assim como os famosos "xing-lings" MP6, MP7, MP10, MP20...

Cândida (Água Sanitária)

Água sanitária é um composto químico de Cloro e água para limpeza e desinfecção de superfícies. É muito utilizada como agente clareador (alvejante) e possui excelente ação bactericida. No Brasil, é popularmente chamada de "cândida" em São Paulo, "Q-Boa" no Centro-Oeste e Nordeste, e "clorofina" no extremo sul do país, nomes que derivam de marcas populares do produto.

Durex (Fita Adesiva)

Fita adesiva é uma fita de pano, papel ou plástico, com uma (por vezes ambas) superfície coberta por uma substância colante, usada para juntar duas superfícies. No Brasil é comum chamar durex à fita adesiva transparente de tamanho padronizado de aproximadamente um centímetro de largura, usada para colar papel ou papelão. O nome de durex teve origem no produto fabricado pela empresa de mesmo nome no Brasil a partir de 1946, nome esse que acabou por se aplicar a todos os produtos semelhantes.

Maizena (Amido de Milho)
Amido de milho é o nome que se dá à farinha feita do milho, e usada na culinária como substituto da farinha de trigo ou para o preparo de cremes, como espessante. Usa-se também a palavra Maizena, derivada do taíno (língua indígena das Antilhas) maís, pelo espanhol maiz, significando "milho graúdo". Até as bolachas de amido de minho são chamadas de bolachas de maizena.

Modess (Absorvente Íntimo Feminino)
Modess é uma marca de absorvente, da multinacional Johnson & Johnson. Foi a primeira linha de absorventes descartáveis a ser produzida no Brasil, em 1933.

OB  (Absorvente Íntimo Feminino interno)
Assim como o Modess, o OB também virou sinônimo para este tipo de absorvente

Yakult (Leite Fermentado)
O leite fermentado é um alimento obtido através da fermentação láctea, sendo o leite pasteurizado ou esterilizado, por fermentos próprios. Yakult é uma empresa multinacional japonesa de produtos alimentícios, cujo principal produto é o leite fermentado, muito consumido em todo mundo. O nome "Yakult" deriva de "Jahurto", que significa iogurte em Esperanto. O nome também faz alusão a uma tribo que vivia na região da Sibéria, na Russia, e chamavam-se "Yakutes" sendo que a principal bebida consumida por este povo consistia em leite de égua fermentado.

Sucrilhos (Cereal)
O cereal em flocos, mais conhecido como Sucrilhos Kellogg’s, surgiu de experimentos com a farinha “deixada de molho”. A mascote da Kellogg's, o Tigre Tony (Tony the Tiger), surgiu nos anos 50 e até hoje é usada nas embalagens dos produtos.

Jeep (Veículo Utilitário Esportivo)

Jeep é uma marca registada atualmente em nome da Chrysler LLC Group. O termo jipe virou sinônimo de automóveis destinados ao uso fora de estrada, ou off road, normalmente com tração nas quatro rodas. A palavra jipe é um aportuguesamento do termo em inglês jeep, derivado da pronúncia em inglês da sigla GP, que significa general purpose ou "uso geral", embora essa não seja a origem da marca Jeep.

Danone (Iogurte)
O grupo Danone é conhecido pelos seus produtos lácteos, especialmente pelos iogurtes. É um líquido espesso, branco e levemente ácido, muito nutritivo e, por essa razão, muitas vezes é servido e mesmo vendido misturado com frutas, chocolate ou outro tipo de adoçante. Geralmente, são consumidos pelas suas características de sabor e não pelo potencial efeito benéfico nutricional ou terapêutico.

Lycra (Elastano)

A Lycra é marca registrada que identifica uma fibra sintética de grande elasticidade conhecida tecnicamente como Elastano ou Spandex. Trata-se uma fibra muito utilizada na confecção de calças, maiôs, sungas, cintas e biquínis, Fitness ou roupas de ginástica, em geral.

Pó Royal (Fermento Químico em Pó)

A história da Royal começou nos Estados Unidos em 1866 quando os irmãos Cornelius Hoagland e Joseph Hoagland, formaram uma sociedade para produzir fermento em pó. A marca expandiu-se por toda a América Latina; chegando ao Brasil em 1923 importado dos Estados Unidos.

Toddy ou Nescau (achocolatado em pó)
Os brasileiros se dividem entre essas duas marcas, mas na verdade compram uma outra que nem sabem o nome. Toddy é uma linha de achocolatados em pó fabricada pela PepsiCo. A Toddy foi fundada em 1930 pelo porto-riquenho Pedro Santiago. Nos últimos anos a marca vem se modernizando. Nescau é uma marca pertencente à Nestlé. Em 1961, a marca começou a se firmar no mercado brasileiro, com a mudança de fórmula que transformou o produto em instantâneo e enriquecido com vitaminas.

Chocolate do Padre (chocolate em pó solúvel)
Para que faz receitas sabe que o melhor chocolate para fazer bolos ou outras delícias é o do "padre". Mas o tradicional chocolate em pó solúvel da Nestlé nem tem padre, são dois freis na embalagem.

Pyrex (Refratário de Vidro)

Pyrex é a marca comercial usada desde 1915 pela Corning Glass Works para a sua linha de recipientes em vidro borossilicatado destinada ao mercado doméstico. A popularidade desta marca e a sua dominância do mercado ao longo do século XX fez dela uma marca genérica, sinónimo deste tipo de vidro. Os primeiro Pyrex destinavam-se exclusivamente ao forno ou a conter produtos a alta temperatura, não podendo ser sujeitos diretamente à chama. Depois de uma década de investigação, em 1924 foi lançada uma linha de Pyrex resistente à chama.

Catupiry (um tipo de Requeijão)
Muito embora o Catupiry não seja um tipo de queijo, devido a sua popularidade a palavra passou a ser sinônimo de um requeijão muito cremoso, usado como complemento em variadas receitas da culinária brasileira, além de pizzas e pastéis.

Caldo Knorr (Caldo em Cubos)
Knorr é uma marca de gênero alimentício alemã de propriedade da companhia anglo-holandesa Unilever. Com vendas anuais superando € 3 bilhões, a Knorr é a marca mais vendida da Unilever. O Caldo Knorr é um condimento muito usado no preparo de várias receitas, principalmente em sopas e afogados.

Inox (Aço Inoxidável)
O aço inoxidável é uma liga de ferro e crómio que confere uma excelente resistência à corrosão. Foi descoberto por Harry Brearley e são utilizados principalmente para eletrodomésticos, pequenos utensílios domésticos, produção de peças para veículos automotores, edifícios, alimentação, produtos químicos, petróleo, fachadas e placas de sinalização visual.

Lambretta / Vespa / Scooter (Motoneta)
Lambretta foi um modelo de motoneta produzido pela Innocenti entre 1947 e 1971. A produção da Lambretta começou em 1947 na Itália, após um ano de desenvolvimento e testes do protótipo. A Lambretta foi a primeira fábrica de veículos no Brasil, saindo na frente até mesmo da indústria automobilística. Originalmente, qualquer Lambretta saía de fábrica pintada na sua maior parte de branco.
Por uns anos a Vespa foi o nome deste tipo de veículo que hoje é chamada de Scooter

Nescafé (café solúvel)
Eu não compro desta marca, mas sempre que falo que tomo café solúvel as pessoas me olham com cara de interrogação então tenho que fazer parte da maioria que diz Nescafé.

Pinho sol (desinfetante com cheiro de pinheiro)
Não adianta, banheiro tem esse cheiro e nem todo mundo compra desta marca, mas diz que compra pois pensa que este é o nome do produto.

Ray-Ban (óculos escuros)
Hoje nem tanto, mas até o final dos anos 90 quando alguém passava de óculos escuro se dizia "olha o raibam daquele cara!"

Tefal ou Teflon – revestimento antiaderente (politetrafluoroetileno);
Tefal é a marca de panelas com revestimento antiaderente conhecida com Teflon, que por sua vez também é o nome da empresa que faz este tipo de material

Veja (desengordurante multiuso)
Veja é uma espécie desengordurante para várias coisas e é fabricado pela  Reckitt Benckiser.

Pão Pullman (pão de forma)

Sim esses pães também tem um nome específico e não é Pullman.

Comfort (amaciante de roupas)

Mesmo que você não tenha lavado roupas você sempre sentiu aquele cheirinho de Comfort na roupa.

Ades (suco de soja)

Apesar de ultimamente ele estar nas mídias por estar com problemas na composição, mas a marca é forte e ajudou a tornar popular produtos a base de soja.

Danette (iogurte de chocolate)

Ou é Danone se for de qualquer outro sabor ou é Danette se for de chocolate.

iPhone / Android (celular tipo smartphone)

Tudo bem que se você for comprar um smartphone da Apple ele realmente é um iPhone. Mas a quantidade de pessoas que dizem que compram um Android quando compram um smartphone de qualquer outra marca é muito grande, mesmo que ele não seja Android.

Fonte: vários sites, Wikipédia, meus pais e avós

5 dicas para escrever melhor

Não importa qual o uso que você faz do seu site – loja virtual, portfólio ou blog pessoal – chega um momento no qual você deve, mesmo que não queira, escrever conteúdo para ele. Pode ser um slogan para a sua marca, a página “Sobre” da sua empresa ou uma pequena biografia sua para o seu portfólio, saber escrever um texto simples, mas de qualidade, é um requisito para ter um site profissional e bem sucedido.

É importante lembrar que não é preciso que você se torne um escritor renomado; seguindo apenas algumas dicas básicas, você irá se tornar um “criador” de conteúdo de sucesso. Confira:

1. Repita o que for importante

Listar os benefícios do seu produto várias vezes em seu site pode parecer um pouco exagerado e redundante para você. Mas isso ocorre apenas porque você obviamente sabe esta informação de cor… mas o que dizer de seus visitantes? Esta pode ser a primeira vez que eles se deparam com tal produto e seus benefícios. Seja esperto ao repetir suas informações. Uma das técnicas mais eficazes que existem é a de apresentar a mesma informação de várias maneiras diferentes. Incorpore a mensagem que você quer passar em uma história, um resumo, um depoimento e até mesmo em uma lista com vários itens! Dessa forma, os visitantes dificilmente irão perceber que se trata de uma “repetição”.

2. Dê um bom motivo

Você precisa que o seu leitor seja convencido do que você está dizendo. Se você tem um site de fotografia, deixe que seus leitores saibam por que você é a melhor solução para as suas necessidades. Você oferece um serviço único? Você vende algo que mais ninguém vende? Concentre-se nas diferenças entre você e sua concorrência e deixe que o leitor “escolha” por você.


3. Crie um elemento social

Os seres humanos são criaturas sociais, e é da nossa natureza acreditar nas coisas que outros seres humanos usam ou fazem. Com isso em mente, pense em maneiras de incorporar elementos humanos em seu site – use imagens de pessoas usando o seu produto ou uma imagem de como seu produto pode tornar sua vida mais produtiva, mais feliz, etc. Outra ótima maneira de adicionar um elemento social é através de depoimentos de clientes ou usuários satisfeitos. As pessoas tendem a acreditar que um depoimento de um terceiro é um bom indicador da qualidade de um produto.

4. Conte uma história

Contar uma história é uma forma de arte. Desde o início da humanidade, histórias são contadas e passadas de pessoas à pessoa. Recentemente, especialistas em psicologia têm estudado os efeitos que as histórias causam, e descobriram que as pessoas convencem a si mesmos de algo, apenas por ouvir uma história sendo contada da forma correta! Contar histórias é uma das melhores técnicas de persuasão que existem, então experimente incorporar alguma narrativa no seu site – pode ser a história da sua empresa ou a justificativa para o desenvolvimento de um determinado produto.

5. Não esconda os problemas

Como acontece com qualquer produto, podem existir alguns problemas com algum item ou serviço oferecido por você. A melhor maneira de mostrar a seus visitantes que você não está escondendo nada deles é abordar estes problemas diretamente, de forma clara e transparente. Mas existe uma maneira correta para fazer isso: depois de ter discutido o problema, você DEVE dar uma explicação sobre a causa do problema, e as soluções que você está tomando para resolvê-lo; só assim você irá trazer o visitante para o seu lado novamente. Se isso for feito corretamente, esta técnica tem o poder de transforma um visitante em um cliente instantaneamente.


Vi aqui

O Significado de Marketing

O Que é Marketing?


Marketing é o conjunto de técnicas e métodos aplicados ao estudo das necessidades dos mercados e seus principais componentes, como públicos, vendas e produtos para o desenvolvimento das empresas.
Ela é uma palavra derivada do termo inglês market, que significa mercado, ou seja, o estudo das causas, objetivos e resultados produzidos através das diferentes formas de como as empresas lidam com o mercado.
O marketing estuda as causas e os mecanismos que regem as relações de troca (bens, serviços ou ideias), realizada dentro de quatro eixos principais: preço, distribuição, comunicação e produto. Ele pretende que o resultado de uma relação seja uma transação (venda) satisfatória para todas as partes que participam no processo.
Marketing é a ciência e a arte de explorar, criar e entregar valor para satisfazer as necessidades de um mercado-alvo com lucro. Marketing identifica necessidades e desejos não realizados. Ele define, mede e quantifica o tamanho do mercado identificado e o potencial de lucro. (Philip Kotler)
Apesar disso, o marketing significa mais que vender, porque a venda é um processo de sentido único. O marketing é um processo com dois sentidos, com o objetivo de assegurar a obtenção do maior benefício possível. No marketing são aplicados conhecimentos avançados a respeito da prospecção de mercados e a sondagem de opiniões.
O marketing é uma filosofia: uma postura mental, uma atitude, uma forma de conceber as relações de troca. É também uma técnica: um modo específico de executar uma relação de troca (ou seja, identificar, criar, desenvolver e servir a procura). O marketing pretende maximizar o consumo, a satisfação do consumidor, a escolha e a qualidade de vida.

Áreas de atuação do marketing
O marketing tem uma área de atuação muito ampla, com conceitos específicos direcionados para cada atividade relacionada. Por exemplo: o marketing cultural, o marketing político, o marketing de relacionamento, o marketing social, entre outros.
O trabalho do profissional de marketing começa muito antes da fabricação do produto e continua muito depois da sua venda. Ele é um investigador do mercado, um psicólogo, um sociólogo, um economista, um comunicador, um advogado, reunidos em uma só pessoa.
Na Administração de Empresas, o marketing é um conjunto de atividades que envolvem o processo de criação, planejamento e desenvolvimento de produtos ou serviços que satisfaçam as necessidades do consumidor, e de estratégias de comunicação e vendas que superem a concorrência.
Em marketing, o conceito de valor pode ser definido como todos os benefícios gerados para o cliente em razão do sacrifício feito por este na aquisição de um produto ou serviço. Oferecer ou agregar valor é um conceito diretamente relacionado com a satisfação do cliente, um dos principais objetivos do marketing.
O conceito de marketing afirma que a tarefa mais importante da empresa é determinar quais são as necessidades e desejos dos consumidores e procurar adaptar a empresa para proporcionar a satisfação desses desejos.
Com o alcance proporcionado pela internet e a explosão de redes sociais, surgiu o conceito de Marketing 3.0, em que as empresas buscam uma aproximação com os consumidores e potenciais clientes, monitorando suas opiniões sobre os serviços ou produtos oferecidos pela empresa. O marketing digital consiste em uma abordagem que utiliza a internet e outros meios digitais como instrumento para atingir os seus objetivos.
Desta forma, os consumidores têm papel fundamental na criação de novos produtos e serviços, adequados às reais necessidades do mercado.

Tipos de marketing
Marketing pessoal

O marketing pessoal é uma ferramenta utilizada para a autopromoção, como forma de alcançar sucesso. É uma estratégia usada para "vender" a própria imagem, além de influenciar a forma como as outras pessoas olham para quem a utiliza.
Na maior parte das ocasiões, esta expressão é usada para designar um modo de se expressar, que contribui para o alcance de um determinado objetivo, como um emprego, por exemplo.

Marketing de relacionamento
Esse tipo de marketing utiliza um conjunto de ações e estratégias para criar e manter um relacionamento positivo com os clientes.
O maior objetivo do marketing de relacionamento é conquistar e fidelizar clientes, criando uma relação de proximidade dele com a marca, ao ponto que eles se tornem defensores e divulgadores da mesma.

Marketing digital
O marketing digital é um conjunto de ações de divulgação e comunicação que uma empresa ou pessoa utiliza nas plataformas digitais, através da internet e dos meios eletrônicos.
Ela adota práticas de promoção de produtos ou serviços pela utilização de canais de distribuição eletrônicos, para que estes cheguem aos consumidores rapidamente de forma relevante, personalizada e com mais eficiência.

Marketing viral
Marketing viral é toda forma de material publicitário que, ao ser utilizado, produza uma maior divulgação de uma marca, serviço ou produto, através do encorajamento de levar adiante a mensagem passada no material.
Esta ação de divulgação utiliza técnicas que recorrem a outros meios de comunicação já existentes, como as redes sociais e a internet em geral, para atingir seu principal objetivo.

Marketing multinível
O marketing multinível consiste num modelo de negócios, onde o vendedor ganha uma comissão dos lucros totais obtidos por ele e pela sua rede de revendedores.
Este tipo de marketing garante que o vendedor tenha ganhos a partir de vendas diretas e indiretas, sendo essas últimas derivadas da equipe de revendedores que foi formada por ele.

Trade marketing
Trade marketing é uma área específica do marketing relacionada com o aumento da procura por parte do atacadista, varejista ou distribuidor e que pode trazer vários benefícios para esses elementos.
Apesar de não estar focado diretamente o consumidor final, o trade marketing nunca deve ser esquecido, porque o consumidor identifica e atribui valor a um determinado produto. Assim, se as pessoas não têm interesse no produto, os varejistas também não vão ter interesse em comercializar o produto.

Inbound marketing
Inbound marketing é um conjunto de estratégias de marketing que tem como objetivo a atração voluntária de clientes potenciais para a empresa.
Este conjunto de estratégias é baseado na ideia de criação e compartilhamento de conteúdos voltados para um público-alvo específico, onde seja possível conquistar a permissão para se comunicar com estes de maneira mais direta.


Vi aqui

O que faz um Product Designer?

Vire o celular para ver o vídeo.
|
| |


O que faz um Product Designer?
⭐️ Curso Fundamentos do Design Visual ➡ http://bit.ly/2LxtTa6 _____________________________ Design de produto como verbo é criar um novo produto para ser vendido por uma empresa a seus clientes. Um coeficiente muito amplo e eficaz, geração e desenvolvimento de idéias através de um processo que leva a novos produtos. Portanto, é um aspecto importante do desenvolvimento de novos produtos . Devido à ausência de uma definição consensualmente aceita que reflita suficientemente a amplitude do tópico, são necessárias duas definições discretas, mas interdependentes: uma que defina explicitamente o design do produto em referência ao artefato, a outra que defina o processo de design do produto em relação para este artefato. Design de produto como substantivo: o conjunto de propriedades de um artefato, consistindo nas propriedades discretas da forma (ou seja, a estética do bem ou serviço tangível) e da função (ou seja, suas capacidades), juntamente com as propriedades holísticas do sistema integrado. forma e função. Às vezes, o design de produtos é confundido com (e certamente se sobrepõe a) design industrial , e recentemente se tornou um termo abrangente, incluindo serviços, software e design físico de produtos. O design industrial preocupa-se em reunir forma artística e usabilidade, geralmente associadas ao design de artesanato e ergonomia , para produzir bens em massa. Outros aspectos do design de produtos e do design industrial incluem o design de engenharia , particularmente quando questões de funcionalidade ou utilidade (por exemplo, solução de problemas) estão em questão, embora esses limites nem sempre sejam claros. 🎩 Curso Web Designer PRO ➡ http://bit.ly/32D7L3J __________________________________________________ 🎩 eBook de HTML e CSS ➡ http://bit.ly/32D7PjZ _________________________________________________ 🎩 eBooks do Chief: ➡ http://bit.ly/2LudeE7. _____________________________________ 🎩 Chief of Design Inscreva-se agora no canal e fique por dentro das novidades!. ➡ Site: http://bit.ly/32ELlPp ➡ Facebook: http://bit.ly/2LsebwG ➡ Instagram: http://bit.ly/32D7QEz ➡ Twitter: https://www.twitter.com/chiefofdesign