Ferromodelismo com trilho infinito

James Risner é um entusiasta dos trenzinhos.
Ferromodelista, antes que me joguem pedras por causa do “trenzinho”.
Sua última criação são os trilhos infinitos, uma enorme espiral por onde uma também enorme composição, puxada por uma locomotiva de respeito, fica circulando em um loop infinito e hipnótico. No video dá para ver a técnica utilizada pelo James para fazer o trem entrar e sair da espiral.
Quem jogava/joga “snake” na época do celular-de-pedra, deve se emocionar com a elegância da coreografia da cabeça que nunca morde o próprio corpo.
Veja também uma variação do tema em modo “vortex”, com os trilhos em elevação na direção da extremidade do loop.





Vi aqui
Compartilhe:

Nenhum comentário:

Este site é um projeto de um homem só, desenvolvido durante seu tempo livre, por favor deixe um comentário com base a sua experiência, estou aberto a críticas construtivas e leve em consideração que este projeto ainda está em desenvolvimento.

Postar um comentário