Últimas

HQ com Marchinhas de carnaval


HQ independente utiliza figura do Arlequim para relembrar uma época de inocência e lirismo. Lançamento acontece na Comic Con Experience, em São Paulo.

Houve um tempo, não muito distante, em que Carnaval era sinônimo de bailes de salão, embalados por orquestra de metais, marchinhas e lança-perfume. É da saudade desse tempo que nasceu a HQ Quarta-Feira de Cinzas (56 páginas, R$ 30,00), escrita pelo casal Marcelo Saravá e Marjory Abuleac, com desenhos de André Leal e cores de Omar Viñole.
Para representar os carnavais do passado, os autores escolheram como protagonista o Arlequim, que precisa restaurar seu coração partido antes de a quarta-feira de Cinzas chegar. Na busca por sua amada Colombina e na disputa com o eterno rival Pierrô, o Arlequim descobre que se tornou uma figura anacrônica, deslocada. O símbolo vivo de uma época que não volta mais.
A homenagem fica completa por meio dos diálogos, todos criados a partir das letras de marchinhas e sambas carnavalescos. Para os saudosistas ou apenas curiosos, a HQ traz um apêndice com a relação das obras de onde os diálogos e situações foram retirados, bem como textos sobre a origem do Carnaval e de seus personagens icônicos.
Quarta-Feira de Cinzas será lançada na CCXP 2015 (Comic Con Experience), megaevento de cultura pop que acontece na capital paulista de 3 a 6 de dezembro, e no dia 9 de dezembro na Blooks do Shopping Frei Caneca, também em São Paulo.

Sobre os autores
Marcelo Saravá: Autor de Aos Cuidados de Rafaela (Ed. Zarabatana), obra selecionada pelo Programa de Ação Cultural (ProAC) da Secretaria de Cultura do Estado de São Paulo, e indicada ao Troféu HQ Mix 2015 nas categorias Edição Especial Nacional, Roteirista Nacional e Novo Talento Desenhista. Saravá publicou de forma independente as HQs 1000 Palavras e Revistinha. Quarta-Feira de Cinzas é a primeira parceria com a esposa, Marjory Abuleac.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Assuntos Criativos Designed by Templateism.com Copyright © 2014

Tecnologia do Blogger.