Últimas

5 armadilhas mortais numa entrevista de emprego e como evitar

Uma entrevista de emprego é a forma como o mundo lhe diz três coisas muito importantes: vista-se bem, não use palavrões e esteja preparado! Se você seguir apenas essas três regras básicas, você conseguirá evitar os maiores – e mortais – problemas que ocorrem numa entrevista de trabalho.


1. Revise o seu CV e nunca (NUNCA!) minta numa entrevista de emprego
Mesmo que em nossa área um portfolio é mais importante, algumas empresas ainda pedem CV.
E se você um dia substituiu o seu diretor de criação num almoço de negócios e o seu CV agora diz “experiência no recrutamento de clientes”, não se preocupe: você não é o único! Todo mundo dá uma exagerada no currículo. O problema ocorre quando você não consegue responder nenhuma pergunta sobre essa “experiência” durante uma entrevista.
Então antes de clicar no “Enviar” , dê uma boa olhada no seu CV e apague aqueles itens onde você acha que exagerou. Aproveite e pratique as respostas que você pode vir a precisar. Garanta que você pode apresentar referências para tudo o que você afirma no seu CV. Não perca a vaga por causa de algo que você escreveu meses atrás e acabou esquecendo.

2. Descubra tudo o que você puder sobre a Empresa e o Entrevistador
Não existe nada pior do que estar no meio de uma entrevista e, quando o entrevistador pergunta “quem é o nosso diretor de criação”, você ter que olhar para o teto por não saber responder isso!
Não vá até uma entrevista de emprego sem estar preparado para este tipo de pergunta. E não basta fazer apenas uma busca rápida no Google; se você realmente quer a vaga, você precisa conhecer a empresa, o seu histórico, seus produtos e as pessoas mais importantes dentro dela. Isso irá mostrar que você não apenas conhece o (futuro) local de trabalho, mas que você é alguém com dedicação e iniciativa.

3. “Relaxar” não é uma opção, seja profissional
Se um entrevistador começa a entrevista lhe dizendo para “relaxar”, assuma que o que ele quer é que você aja mais naturalmente. Isso não quer dizer que você deva agir como se ele fosse seu amigo, então preste atenção. Seja profissional, não compartilhe detalhes pessoais irrelevantes à posição desejada ou à empresa.

4. Quais são as suas qualidades e defeitos?
As duas perguntas mais frequentes em qualquer entrevista, elas merecem uma atenção especial. Quando perguntado sobre as suas qualidades, não liste todas as suas habilidades, mas sim naquelas relativas à posição ofertada. Ela envolve trabalho em equipe? Longas horas e trabalho sobre pressão? Mencione a sua capacidade em lidar com esses fatos concretos, irá soar muito melhor nos ouvidos do entrevistador.
E quando perguntado sobre os seus defeitos, evite usar os jargões e clichês que todo entrevistador já está cansado de ouvir (“meu maior defeito é que eu trabalho demais!”). Ao invés disso, mencione uma situação na qual você identificou uma fraqueza sua, trabalhou para mudá-la e tornou-a em algo positivo.

5. Fofoca é sempre uma má ideia
O fato de que o seu ultimo chefe era metido e folgado não só é irrelevante durante uma entrevista de emprego, mas falar sobre isso também poderá atrapalhar as suas chances de conseguir a vaga desejada. Falar mal sobre ex-colegas de trabalho NUNCA dá certo, por três razões em particular: primeiro, o mundo é pequeno. O seu último chefe pode ser amigo ou colega de classe do seu futuro chefe. Segundo, a empresa pode decidir que você é uma pessoa na qual eles não podem confiar, pois se um dia você vier a sair da empresa, quem pode afirmar que você não irá falar o mesmo sobre eles? E terceiro, se você relatar os problemas que teve com o chefe anterior de forma comedida e respeitosa, isso irá demonstrar ao entrevistador que você é alguém digno de confiança e que não trará problemas para a empresa se contratado.

E você, tem experiência com isso? Deixe o seu comentáro aqui embaixo e compartilhe aquela dica especial com os nossos leitores!

Vi no site da Wix

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Assuntos Criativos Designed by Templateism.com Copyright © 2014

Tecnologia do Blogger.